Eu faço o que eu quiser

Tem de Tudo|2018-03-29

Este é um post que, por seu conteúdo, deveria ser bem humorado e divertido, mas vou começar de forma séria para questionar algumas atitudes do mundo atual onde impera o coitadismo e devemos nos regrar segundo a mimimicracia. Como dizem alguns amigos: este mundo está ficando muito chato. Se já não bastasse enfrentarmos as regras de cada etapa da vida -não estacione aqui, proibido entrar, não pise na grama, puxe a toalha de papel com as duas mãos-, agora temos que suportar as regras de mimizentos, que se fingem de "vítimas oprimidas" para calar quaisquer pessoas que discordem deles.

01

Neste mundo polarizado, onde, ao que parece, você só pode ter duas escolhas políticas, ou é um fdp extremista de direita ou de esquerda, acabamos nos desviando dos trajetos que temos para conseguir o que nos propomos: dever ou querer? Ambos temos que nos curvar por aqueles que escolheram o caminho do poder pelo poder.
Ir contra o sistema e ter o desejo de mudar o mundo é algo bem diferente do discurso do professor fedorento com suas ideologias perversas, assassinas e totalmente escrotas. Você não é anarquista nem revolucionário, você é ridículo e não sabe fazer valer sua passagem pelo mundo. Não é rebeldia, é lamentável!

Agora sim... pode rir largado!

02

03

04

05

06

07

08

09

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43